sábado, 28 de fevereiro de 2009

Foco

Se não fosse por você...
...eu já teria perdido o rastro...
...de qualquer sentido vago...
...que me desse uma direção

Sem você não sei se sairia vivo
Dos sonhos nos quais ainda insisto
Quando a vida nos torna invisível
Com mundo despido aos nossos olhos?

Se não fosse por você...
...talvez eu já tivesse fechado a porta...
...para o que de fato importa...
Só o fio frio da pura razão

Sem você não sei que ar se respira
Entre os sonhos que trago em carne viva
Quando cego dos demais sentidos
Só enxergo a tua mão...

Presos sem elos, nem correntes
Por mais que o mundo tente
Nosso pequeno universo é bem maior
Sobrevive do bom e velho amor

Se não fosse por você...
Se não fosse por você...
Nem lembro como era antes do que hoje existe

Nenhum comentário:

Postar um comentário